fbpx

Sino Ritualístico Pagão

Nos encanta pelo som, pelas propriedades misteriosas, pela sua história e tradição. O Sino ritualístico pagão  é um instrumento da Magia Cerimonialista em especial, e o seu toque pode definir, banir, potencializar, empoderar. invocar e celebrar.

Sino Ritualístico Pagão, um dos instrumentos mais antigos e sagrados na pratica da Magia

Associado ao elemento Ar, há centenas de anos os camponeses já utilizavam o sino para afastar espíritos malignos que pudessem afligir a família ou sua plantação e colheita.
O praticante de Magia conhece bem os benefícios da badalada de um sino, pois eles emitem vibrações que são grande fonte de poder.

Num círculo é ele quem normalmente abre os trabalhos afastando as energias negativas, e da mesma forma o encerra dispersando a energia acumulada.
Ainda no círculo o sino é usado para invocar os guardiões, elementais e divindades.
No dia-a-dia eles podem ser badalados dentro de casa para evitar feitiços, espíritos não desejados.
Um sino pendurado na porta ou em armários evoca boas energias.
Pendurado num cordão ele simboliza a alma humana suspensa entre o céu e a terra.

Como todos os objetos utilizados na Magia, deve ser limpo fisicamente e energicamente, um método simples é enterra-lo em um vaso de plantas ou num jardim por uma noite e um dia, afim de dispersar toda energia contida após um período de uso.

Sua confecção sempre foi de metal, antigamente de ferro fundido, depois em bronze e da liga entre cobre e estanho.

A história

Originalmente do latim ‘Sinum’ (sinal), este instrumento teve origem na China há mais de 4600 anos.

Objeto considerado pagão, foi com o passar do tempo utilizado pelas mais diversas religiões.

Inicialmente ele foi desenvolvido para a comunicação para avisos, marcação de hora e turno dos trabalhadores.

Mais tarde se espalhou rapidamente por toda a Ásia, seguido pelo Oriente Médio e Europa.

Com o passar do tempo eles foram aperfeiçoados, se tornaram instrumentos musicais, adquiriram diversas formas e dimensões.

Mais sobre o Sino Ritualístico Pagão, Feitiços e MAGIA em Instrumentos Mágicos.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Lolafá