fbpx

Cálice Ritualístico

Um dos mais belos instrumentos mágicos, multicultural e repleto de simbologia, o Cálice Ritualístico.

Cálice ritualístico, conexão. representação e prática

Instrumento encontrado nas mais diversas religiões e tradições dentro do paganismo, é uma ferramenta necessária na prática de rituais.

Assim como o Caldeirão o cálice é feminino, e tem a simbologia sagrada do surgimento da vida.
A base representa o mundo material, a haste é a conexão entre o homem e o espírito, a abertura é onde se recebe energia espiritual.
Representação do elemento água no círculo ou no altar, em combinação com o athame ele representa o aspecto feminino do Divino durante uma reconstituição simbólica do Grande Rito.
Na feitiçaria ele tem sido por muito tempo associado com a lua e a Deusa.
Num ‘Coven‘, o cálice é usado para segurar a água e o vinho consagrados durante o ritual e é tradicional passar o cálice ao redor de todos os membros, que então tomam um gole da bebida, como sinal de unidade.

De que material pode ser feito o cálice?

O cálice ritualístico pode ser feito de qualquer material, personalizado, decorado com pedrarias e metais, mas é preciso conhecimento antes de adquiri-lo.

Nos tempos antigos, chifres, conchas e cabaças foram os materiais mais utilizados ​​para armazenar líquidos sagrados durante o ritual.

Em épocas mais atuais, a prata se transformou no material preferido, especialmente pela nobreza e significado do metal, mas isso não é uma regra.

Existem praticantes que optam por um material mais natural como por exemplo o barro ou madeira, outros preferem uma taça de cristal/vidro.

Apenas o plástico não é um material recomendado, pois energeticamente falando, ele não possui qualquer propriedade benéfica.

Se o praticante não tem um altar, deve reservar um espaço limpo e organizado para guardar seus instrumentos mágicos.

O cálice que deve apenas ser utilizado para rituais sagrados, não se misturando entre objetos de uso doméstico.

Limpar, purificar e consagrar são necessários inicialmente e periodicamente antes do uso deste instrumento.

Cuidados:

Existem cuidados básicos antes de escolher e adquirir o Cálice, um deles é saber a procedência do mesmo.

Metais não tratados, liberam substâncias químicas que podem causar danos ao organismo.
Objetos decorados com pinturas com tintas e esmaltes podem conter chumbo.

O Chumbo é um metal é extremamente danoso a saúde do homem se ingerido ou em contato com a pele.

Bebidas como vinho são utilizadas em alguns rituais, porém menores de 18 anos não deverá ingerir bebidas que contenham álcool. Neste caso poderá substituir por sucos, leite e até mesmo água.

Lembre-se: O mais importante é a intenção e a fé, instrumentos não fazem Magia, eles apenas são uma extensão da Bruxa.

Mais sobre Tudo sobre o Cálice Ritualístico e outras ferramentas de MAGIA em Instrumentos Mágicos

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Lolafá