Além de Salém - Alemdesalem.com.br

6 erros que destroem uma Bruxa

Com a onda de filmes, séries e novelas que abordam a Magia de um modo utopista ou romântico, não é de se espantar a quantidade de novos adeptos que o paganismo vem recebendo. Da mesma forma que são frequentes as queixas daqueles que não conseguem atingir seus objetivos ou que complicam ainda mais suas vidas.

Mas porque isso acontece? Existe uma fórmula mágica para ter sucesso com a Bruxaria?

Nada neste mundo possui fórmula exata e estamos sempre suscetíveis a erros e acertos. Contudo é necessário agir de modo racional e analisar onde estão os nossos pontos de falhas, buscar corrigi-los afim de prosperar em qualquer área, situação e em nossas escolhas. Na Magia é exatamente assim, precisamos de foco, determinação, fé e maturidade.

CONTINUE APÓS PUBLICIDADE

Sorteio da lolafá

Publicidade

Sou Bruxa (o) e nada funciona – 6 erros que destroem uma Bruxa

Vamos encarar os erros que as vezes nem percebemos que estamos cometendo; Afim de dar uma revira volta nesse caldeirão e fazer a Magia fluir pra valer, ok?

Erro 1 a preguiça

Alguns dos erros mais gritantes que observo nos iniciantes é a ociosidade, desanimo, prostração e displicência. Isso desde a falta da busca pela informação correta, com leitura de livros, estudo de técnicas primordiais até as práticas corriqueiras.

Novos Bruxos que carregam símbolos no peito, tatuagens, se intitulam Bruxos, mas não sabem quem foi Papus, Eliphas Levi, Dion Fortune ou Helena Blavatsky.

Bruxos se contentam com uma resposta rápida via Google para suas dúvidas, sem se dar conta de tamanho risco que podem estar correndo ao absorver informações errôneas.

Tenha em mente que um ocultista está sempre buscando aprender! Pois as respostas o levam a um novo estágio espiritual e torna sua caminhada muito mais motivante e produtiva. O bom praticante estuda oráculos, cristais, ervas e até mesmo outras religiões.

Erro 2 a pressa

Desaponta muito ver pessoas que recorrem a sua ‘fé’ apenas quando o nó aperta. Fazem um ritual de 5 minutos, pedem, pedem, pedem e ficam esperando serem prontamente atendidos.

Magia não é como Fast Food, ela não segue o ritmo da necessidade momentânea, não satisfaz o ego e não vai dar absolutamente nada sem merecimento e dedicação.

É necessário se conectar, criar vínculo, trocar energia, sentir, intuir e viver a Magia como parte de si mesmo, sem isso ela não irá fluir, acredite.

Erro 3 a ingratidão

Na terra que não houver gratidão, não nascerá bênçãos, isso é fato. Precisamos ser gratos e demonstrar a gratidão, exercitar a gratidão, ensinar gratidão, pois sem ela nada somos e nada seremos na Magia.

Acordamos todos os dias, isso já é um excelente motivo para agradecer! Agradecer ao sol, chuva, terra, vento, fogo, ar e a vida e tudo que ela nos oferece num todo. Agradecer aos nossos mentores espirituais que tanto trabalho tem para nos guiar e aos Deuses por acreditarem em nosso potencial.

Gratidão gera gratidão e bênçãos

Você pode achar que é um absurdo, mas devemos ainda agradecer aos nossos desacertos, pois são estas experiências que nos tornarão mais sábios, cautelosos e assertivos.

Já pensou o quão sem graça seria a vida sem nenhum obstáculo? O quão vazios e egoísta seríamos?

Pense nisso, seja grato e continue sua caminhada, pois a evolução deverá ser constante.

Erro 4 o excesso de confiança errada

Este é um ponto importante, que todos devem ficar bem atentos. Quem pratica bruxaria de modo errôneo e levanta a bandeira de forma equivocada, está cometendo um erro gravíssimo e muito perigoso.

Erros que destroem uma Bruxa

Não é difícil ver pessoas ameaçando, dizendo ser bruxo (a), que vai fazer e acontecer, colocando sobre si um poder que não existe, pois ninguém tem poder para nada se não for concedido.

É importante saber que somos um veículo, um instrumento, que dependemos de seres superiores para que qualquer prática tenha resultado. Que antes de obter estes resultados, existe uma espécie de ‘tribunal espiritual’ e nadinha ali é aprovado ou negado por acaso.

Quando pessoas sem conhecimento se rotulam magos negros, bruxos malvados e bla bla blá, não fazem ideia do que atraem para junto de si. Entidades de frequência baixíssima, capazes promover o caos e a destruição. Pior ainda quando praticam de modo irresponsável rituais e feitiços…

Precisamos ter consciência de nossos atos, focar em nossa espiritualidade de modo sério, afinal o que está em jogo não é esta encarnação aqui, mas sim todo um processo evolutivo, vidas e vidas.

Erro 5 a mesquinhez

A Magia te retorna aquilo que você oferece

Esse último é o mais frequente, e me entristece muito, ver o quanto as pessoas são mesquinhas justo onde ancoram sua fé… isso é assustador.

Utilizam ingredientes de primeira em sua alimentação, decoram suas casas finamente, viagens etc… mas na hora de fazer um ritual, buscam pelo mais barato, de qualidade ruim e muitas vezes o fazem pensando em quanto gastou.

Não se trata de dinheiro, se trata de respeito e devoção. Quando não se tem condições, doamos nossos sentimentos, emoções, energia e demonstramos nossa fé através de atos, palavras, pensamentos e energia, isso é lindo e fantástico. Mas aí a pessoa conquista prosperidade, tem uma vida confortável, foi abençoada em seus pedidos e para a Magia nada? ERRADO! Pois ela te dá proporcionalmente aquilo que você oferece a ela.

É tão bonito um praticante que se dedica, que prepara os pratos dos seus deuses, que compartilha com ele o banquete mais saboroso e festivo. Tem seu altar organizado, limpo, energizado, com mimos de correspondências.

A comunhão e conexão é essencial, e ela não se dá de outra forma que não seja por este ‘contato’ de devoção, gratidão, amizade, confiança e respeito.

Erro 6 estar preso a crenças limitantes

Esta última quase ninguém assume que tem, está no subconsciente e isso é tão nocivo e tóxico para nosso espírito, quanto drogas é para o corpo físico.

É preciso se libertar destas amarras, abrir a mente e recomeçar tudo de novo. Nem sempre é um processo fácil, pois muitos de nós fomos criados debaixo de uma religião opressora e convivemos com estes dogmas por longos períodos de nossas vidas.

Isso não significa que devemos esquecer e desacreditar de tudo que vivemos e ouvimos, mas sim que devemos filtrar aquilo que nos faz sentido, que agrega e nos faz sermos felizes e realizados.

A religião não pode trazer medo, mas sim respeito. Não deve trazer limitações, mas mostrar caminhos, nos deixando livres para fazer escolhas. Não deve praguejar e nos condenar por um ato, mas oferecer a opção da mudança, mostrar que toda ação gera uma reação, afinal a lei é para todos.

Considerações finais

Então é por aí, hoje o artigo veio afiado. Espero que tenham compreendido o conteúdo e que pensem a respeito. Claro que existem muitos outros erros que podem estar atrapalhando um processo de crescimento na Magia, mas tudo é uma questão de ajustes.

Bruxaria com fé, respeito e amor é sucesso sempre

Um conselho que eu dou para quem está chegando é que se você quer, você pode e é capaz, mas nada será tão fácil, pois tudo que é fácil não tem valor.

Acompanhe nossa página no Facebook e fique por dentro de todas as nossas postagens e matérias. Visite nossa Loja Virtual e confira nossa variedade de produtos exclusivos para Magia Cerimonial e Ritualística! Postamos diariamente no Instagram, onde você será muito bem vindo.